Planos de Saúde
Familiar

Sobre o Plano de Saúde Familiar

O Plano de Saúde Familiar é aquele que atende ao titular e se estende à sua família. Vale lembrar que a esposa ou esposo tem o direito vitalício de usufruir de todos os benefícios do plano contratado.

Filhos têm seus direitos garantidos até a idade de 21 anos, algumas operadoras aceitam filhos com idade de 24 ou 25 anos.

Encontre o melhor Plano de Saúde Familiar na Simetria. Entre em contato e descubra todos os planos de saúde oferecidos e conheça os benefícios e tabelas de preços de cada um.

Solicite Aqui Sua Cotação

Para Sua Segurança todos os dados dos nossos clientes são preservados com total sigilo.

Escolha o Plano Perfeito Para Sua Necessidade

Somos uma empresa especializada na comercialização de planos de saúde e odontológico. Oferecemos aos nossos clientes as soluções mais adequadas de contratação, com preços que cabem no seu orçamento.

Plano de Saúde Individual

Proteger a vida e a saúde de quem você ama é o que mais importa. Por isso, ter um plano de saúde é o desejo da maioria dos brasileiros.

Saiba Mais

Plano Para Empresa

Garantir a qualidade de vida, saúde e o bem-estar dos funcionários é fundamental para mantê-los motivados e produtivos.

Saiba Mais

Plano Odontológico

Manter os dentes saudáveis é essencial para evitar doenças. Temos planos para você cuidar da sua saúde bucal e ter um belo sorriso.

Saiba Mais

O que é Plano de Saúde Familiar?


De acordo com a ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar, é um “plano que compreende a assistência à saúde de contratação individual, oferecido pelas operadoras de planos privados de assistência à saúde para a livre adesão de pessoas físicas, com ou sem seu grupo familiar.”

A contratação do Plano de Saúde Familiar é formalizado com o contrato de plano de saúde individual e familiar, um “instrumento jurídico firmado legalmente entre uma operadora de plano de saúde e uma pessoa física para assistência à saúde de um indivíduo ou de um grupo familiar”.

Importância do Plano de Saúde Familiar


Segundo a Pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 38,5% dos entrevistados sem plano de saúde “não souberam precisar com que frequência utilizam a rede pública de saúde. Eles manifestaram insatisfação em relação ao SUS, sobretudo quanto à demora no tempo de atendimento.”

Depender do SUS significa sofrer com o mal atendimento e ser vítima do descaso na Saúde Pública. Por isso o Plano de Saúde Familiar é tão importante para você e sua família.

“Os dados mostram que o plano de saúde é considerado uma prioridade para grande parte de seus usuários. É um serviço de primeira necessidade, relacionado aos cuidados de um bem maior, que é a vida. É tanto que a taxa de inadimplência declarada é baixíssima”, afirma Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

Tipos de Plano de Saúde Familiar


No Plano de Saúde Familiar existem duas modalidades de contratação:

  • Contratação individual
  • Contratação coletiva por adesão

Plano de Saúde Familiar por Contratação individual

O processo de contratação individual é fácil e prática e pode ser feita nos plano Vitallis, Premium Saúde, entre outros.

Plano de Saúde Familiar por Contratação coletiva com adesão

A contratação coletiva com adesão beneficia profissionais de classe, empregadores do comércio, comerciários, servidores públicos e estudantes. A cobertura e abrangência é maior, com possibilidade de planos sem coparticipação.
Em Belo Horizonte, planos de saúde do Bradesco Saúde, SulAmérica Saúde, Amil, SAMP, Vitallis, entre outros, oferecer essa modalidade de contração.

Como funciona o Plano de Saúde Familiar?


A lei garante que os planos de saúde aceitem agregados, como pais e sogros, além de parentes consanguíneos como sobrinhos e tios.

O mesmo vale para casais sem documentação de casamento assim como as pessoas envolvidas numa relação homoafetiva. Porém todas essas relações devem ser comprovadas através de documentação de união estável ou na falta deste, podem ser consideradas testemunhas arroladas garantindo que a união existe por um tempo considerado necessário.

Para fazer valer esses direitos aos agregados, mencionados anteriormente, é necessário a apresentação de documentos que comprovem o parentesco, como exigência estabelecida pela ANS (Agência Nacional de Saúde).

O valor a ser pago depende da idade, doenças pré-existentes e outro detalhes que diferem entre os vários planos de saúde existentes no mercado.

Cobertura do Plano de Saúde Familiar


Uma das primeiras coisas que deve ser analisada está relacionada com a região que o plano atende: ser for regional, atenderá apenas nos municípios em que ela possua uma clínica ou hospital nas cidades mais próximas.

Se for nacional, ela vale para todo o território nacional e existem aquelas que atendem até mesmo em outros países. Você pode obter essas informações ou até mesmo confirmá-las através do site da ANS.

Apesar de todos os procedimentos obrigatórios pela ANS, alguns planos oferecem até mesmo procedimentos mais complexos, da mesma forma que podem oferecer menos daquilo estabelecido pela ANS.

Depois dessa análise, é necessário verificar os planos de saúde familiar com relação a parto e obstetrícia. Um exemplo clássico está ligado aos tipos de acomodações oferecidas: enfermaria (quando existem outros pacientes no mesmo quarto) ou particular (aquelas que comportam apenas um paciente, mas oferece mais conforto e privacidade).

Existem também categorias de planos diferentes: os que cobrem os procedimentos básicos, os intermediários e os completos.

Quando se fala de um plano familiar é preciso estar atento a isso, pois normalmente o plano do titular será o mesmo para os dependentes e as necessidades podem não ser as mesmas. Por isso é necessário verificar se o que está sendo contratado irá atender a todos.

Carência do Plano de Saúde Familiar


A carência de um plano de saúde familiar pode variar bastante, mas qualquer problema sério ou acidentes, tanto o titular como os dependentes, devem ser atendidos, assim como doenças pré-existentes, pelo menos após 24 horas da contratação do plano.

É interessante investigar um ponto interessante, alguns planos de saúde diminuem ou isentam o cliente da carência.