Plano odontológico: descubra qual é o melhor e confira valores

Em um mercado de trabalho altamente competitivo, a empresa que consegue reter e motivar os seus talentos sai na frente da concorrência e obtém melhores resultados.

Uma forma de alcançar esse objetivo é investir na oferta de benefícios aos funcionários como, por exemplo, um bom plano odontológico.

Sabemos que a saúde bucal vai muito além de ter um sorriso bonito, o que já é importante para a autoestima de qualquer pessoa. Ter dentes bem cuidados é sinônimo de saúde para o organismo com um todo.

Os problemas relacionados à saúde bucal podem provocar atrasos, faltas, afastamentos e até queda na produtividade dos colaboradores.

O que é um plano odontológico?

É muito comum ouvirmos falar sobre Planos de Saúde e suas diversas modalidade, mas será que isso também acontece com os Planos Odontológicos. A saúde bucal é tão importante quanto a saúde e o bem-estar de nosso corpo.

Por esse motivo decidimos fazer um guia sobre Planos Odontológicos e tirar todas as possíveis dúvidas que você tenha. E caso fique faltando alguma coisa que você gostaria de saber, deixe em nossos comentários, vamos ficar felizes em esclarecer.

Segundo a ANS um Plano odontológico é

um plano privado de assistência à saúde que compreende todos os procedimentos listados no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde para a segmentação odontológica. Estão inclusos no plano, exame clínico, radiologia, prevenção, dentística, endodontia, periodontia e cirurgia.

Sobre as vantagens de ter um Plano Odontológico, podemos relembrar que a saúde bucal é muito valiosa e tendo suas idas ao dentista sempre em dia você fica livre de desconfortos, como: 

  • cáries; 
  • mau hálito; 
  • gengivite; 
  • aftas; 
  • periodontite; 
  • dentre outras doenças mais graves.

Com o pagamento de parcelas mensais ao seu Plano Odontológico você pode se sentir mais estimulado a ir mais vezes ao dentista.

Essa nova rotina garante maior prevenção e tratamentos corriqueiros que ajudem a manter seus dentes e boca saudáveis, sem a necessidade de tratamentos caros e dolorosos no futuro.

Por que um plano odontológico é importante?

Oferecer a assistência odontológica – e incentivar o uso do benefício – é um diferencial que chamará a atenção dos talentos interessados em fazer parte da sua equipe, além de ajudar a mantê-los mais satisfeitos e motivados.

Pacientes com problemas crônicos como gengivite ou doença periodontal avançada têm maior risco de desenvolver doença cardíaca causada por saúde bucal precária, principalmente se ela não for diagnosticada e não for tratada?

As bactérias associadas com a periodontite estão na boca e podem entrar na corrente sanguínea onde se fixam aos vasos sanguíneos e aumentam o risco de doença cardiovascular.

Mesmo que você não tenha inflamação aparente na gengiva, a higiene bucal inadequada e a placa acumulada podem resultar em doença periodontal.

A bactéria também pode migrar para a corrente sanguínea aumentando o nível de proteína C reativa, que é indicadora de inflamação dos vasos sanguíneos. Isto pode aumentar o risco de doença cardíaca e AVC.

Como funciona a cobertura de um Plano odontológico?

Os convênios odontológicos cobrem diversos procedimentos, sejam eles de baixa, média ou alta complexidade, separamos uma lista de tratamentos que, normalmente são cobertos pela maioria dos planos. convênio

Procedimentos de baixa complexidade

  • Consulta e avaliação dos dentes e da saúde bucal;
  • Tratamentos de cáries e restaurações;
  • Aplicação de flúor;
  • Remoção de tártaro;
  • Polimento coronário.

Procedimento de média complexidade

  • Curativos e suturas;
  • Colagem de fragmentos;
  • Tratamento e até cirurgia de gengiva.

Procedimentos de alta complexidade

  • Tratamento de canal (endodontia);
  • Extração de dentes (exodontia);
  • Cirurgias de pequeno porte;
  • Biópsias para exames;
  • Radiografias;
  • Exames laboratoriais.

Além destes, é importante que no ato da contratação você verifique se seu plano ainda cobrirá o atendimento emergencial de pronto socorro, se possível 24h, essa uma variável dentre as coberturas também, então é bom ficar atento sempre na hora da contratação.

Qual tipo de Plano Odontológico cobre a implantação de aparelho?

Esta é uma pergunta que só poderá ser respondida após a escolha do seu plano.

Isso porque a cobertura desse tipo de serviço é variável, onde, alguns planos pagam o tratamento ortodôntico, mas não cobrem a manutenção mensal e alguns tipos em que a manutenção é coberta, mas o tratamento em si não. 

Tudo vai realmente depender da sua necessidade na hora de escolher o melhor plano.

Caso seja um objetivo o tratamento e colocação do aparelho, o ideal é se certificar da cobertura feita pelo plano e optar para a que melhor lhe atenderá.

Qual é a carência dos Planos Odontológicos?

O período de carência é o tempo que você precisa esperar até começar a agendar suas consultas junto ao dentista.

Normalmente (mas não uma regra), esse período é de 24 horas, podendo variar de plano para plano.

Confira abaixo os prazos máximos para atendimento, segundo a ANS:

Serviços Prazo máximo de atendimento
(em dias úteis)
Consulta básica – pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia 07 (sete)
Consulta nas demais especialidades 14 (catorze)
Consulta/ sessão com fonoaudiólogo 10 (dez)
Consulta/ sessão com nutricionista 10 (dez)
Consulta/ sessão com psicólogo 10 (dez)
Consulta/ sessão com terapeuta ocupacional 10 (dez)
Consulta/ sessão com fisioterapeuta 10 (dez)
Consulta e procedimentos realizados em consultório/ clínica com cirurgião-dentista 07 (sete)
Serviços de diagnóstico por laboratório de análises clínicas em regime ambulatorial 03 (três)
Demais serviços de diagnóstico e terapia em regime ambulatorial 10 (dez)
Procedimentos de alta complexidade (PAC) 21 (vinte e um)
Atendimento em regimento hospital-dia 10 (dez)
Atendimento em regime de internação eletiva 21 (vinte e um)
Urgência e emergência Imediato
Consulta de retorno A critério do profissional responsável pelo atendimento

Na hora de assinar os papéis leia tudo com cautela para identificar o período de carência e poder se programar com relação às suas próximas visitas ao dentista.

Como marcar consultas nos Planos Odontológicos?

Os planos costumam trabalhar com redes credenciadas, desta forma para agendar suas consultas, você terá acesso, online ou impresso de todas as clínicas e profissionais que atendam ao seu plano.

Então será de sua escolha o local de melhor acesso, ou o profissional que deseja acionar para começar seu tratamento.

Os agendamentos, quase sempre, podem ser feitos online, pelo telefone ou por aplicativos, caso o plano escolhido faça uso desse serviço.

Como pedir reembolso em Planos Odontológicos?

Caso você deseje passar com um profissional fora da rede credenciada do seu plano odontológico, pode pagar normalmente e depois, mediante nota, pedir o seu reembolso junto ao plano.

esta é uma questão que deve ser questionada, também, no ato de fechamento de contrato, para garantir que o plano que vocês escolheu tenha essa opção.

Afinal, nós sabemos que ainda existem pessoas que têm medo de ir ao dentista e quando encontram um profissional em quem confiam não o deixam por nada.

Logo, por que não juntar o útil ao agradável e conciliar um bom plano odontológico com o profissional que mais te faz sentir bem, não é mesmo?

Como funciona a portabilidade em Planos Odontológicos?

A portabilidade, segundo as novas regras da ANS, serve também para Planos Odontológicos, desta forma, pessoas que não estejam satisfeitas com seus planos podem pedir a portabilidade para outro plano dentro das seguintes condições:

Com a nova normativa, todo o beneficiário de planos de saúde poderá realizar a portabilidade de carências, respeitando o tempo mínimo de permanência no plano: na primeira portabilidade, mínimo de dois anos no plano de origem (três anos se tiver cumprido cobertura parcial temporária); para portabilidades seguintes, mínimo de um ano de permanência no plano de origem ou mínimo de dois anos se o beneficiário mudar para um plano com coberturas não previstas no plano de origem.”

Esta é a regra para planos de saúde, mas que se aplica também a planos odontológicos, como reforça a ANS:

“os beneficiários de planos odontológicos também podem mudar de plano sem cumprir novos prazos de carências. Esses planos também estão sujeitos à compatibilidade de preços, como os planos médico-hospitalares.”.

Por que o plano odontológico é bom para empresas?

  • Tem um custo baixo para a empresa e é bastante valorizado pelo funcionário;
  • Aumenta a satisfação e a produtividade dos colaboradores;
  • Evita afastamentos por problemas de saúde bucal;
  • Melhora a autoestima dos colaboradores, o que reflete na satisfação com a empresa;
  • Pode ser abatido no Imposto de Renda da empresa.

Para começar o quanto antes a cuidar da sua saúde dental e se sentir mais leve e tranquilo quanto ao seu bem-estar consulte-nos.

A Simetria entende a grande importância de um Plano odontológico e oferece as melhores opções do mercado.

Para fazer a contratação, basta entrar em contato com a nossa central de vendas e fazer um orçamento gratuito.

Contato: (31) 3207-8090 ou contato@simetriaplanosdesaude.com.br

Resumo
Plano odontológico: descubra qual é o melhor e confira valores
Título do Artigo
Plano odontológico: descubra qual é o melhor e confira valores
Descrição
Oferecer a assistência odontológica é um diferencial que chamará a atenção dos talentos interessados em fazer parte da sua empresa.
Autor
Empresa
Simetria Planos de Saúde
Logo da Empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat